sábado, 29 de maio de 2010

NO TEU PEITO*********************************************



NO TEU PEITO**************************

Eugénio de Andrade

No teu peito 
é que o pólen do fogo
se junta à nascente,
alastra na sombra.
Nos teus flancos
é que a fonte começa
a ser rio de abelhas,
rumor de tigre.


Da cintura aos joelhos
é que a areia queima,
o sol é secreto,
cego o silêncio.


Deita-te comigo.
Ilumina meus vidros.
Entre lábios e lábios
toda a música é minha




quarta-feira, 26 de maio de 2010

O TEMPO NÃO PÁRA***********************************




O TEMPO NÃO PÁRA*************************************


Disparo contra o sol

Sou forte sou por acaso

Minha metralhadora cheia de mágoas

Eu sou um cara

Cansado de correr

Na direção contrária

Sem pódio de chegada ou beijo de namorada

Eu sou mais um cara

Mas se você achar

Que eu tô derrotado

Saiba que ainda estão rolando os dados

Porque o tempo o tempo não pára

Dias sim dias não

Eu vou sobrevivendo sem um arranhão

Da caridade de quem me detesta

A tua piscina tá cheia de ratos

Tuas idéias não correspondem aos fatos

O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado

Eu vejo um museu de grandes novidades

O tempo não pára

Não pára não não pára

Eu não tenho data pra comemorar

Às vezes os meus dias são de par em par

Procurando uma agulha num palheiro

Nas noites de frio é melhor nem nascer

Nas de calor se escolhe: é matar ou morrer

E assim nos tornamos brasileiros

Te chamam de ladrão de bicha maconheiro

Transformam o país inteiro num puteiro

Pois assim se ganha mais dinheiro

A tua piscina tá cheia de ratos

Tuas idéias não correspondem aos fatos

O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado

Eu vejo um museu de grandes novidades

O tempo não pára

Não pára não não pára

Dias sim dias não

Eu vou sobrevivendo sem um arranhão

Da caridade de quem me detesta

A tua piscina tá cheia de ratos

Tuas idéias não correspondem aos fatos

O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado

Eu vejo um museu de grandes novidades

O tempo não pára

Não pára não não pára

Cazuza

Image and video hosting by TinyPic







terça-feira, 25 de maio de 2010

ODE*




ODE*

Como premissa, há o direito à ordem e à harmonia em nosso espírito. Em seguida, à família, à comunidade, e, enfim, ao Reino. É quando alcançamos paz e harmonia.
CONFÚCIO (551-479 a.C.)

Nós que nascemos
Nos campos
Longe das cidades,
Com rostos mutantes,
Temos o direito de sangue
Que ninguém pode vender,
E uma alegria secreta
Que ninguém pode exprimir.
Pois somos todos irmãos
Das coisas nobres
Das asas brancas, da gaivota,
Da pescada e do salmão,
Do touro e do cavalo,
Do renascer da fênix
E do perfume do lírio.
O brio das árvores,
A rapidez das correntes,
A magia das geleiras
Afeiçoaram os nossos sonhos:
Nem uma só visão maligna
Preenche-nos o espírito.
Nós que caminhamos em frente
Pelas colinas nuas

® Renata Cordeiro

segunda-feira, 24 de maio de 2010

PONHO-ME A ESCUTAR...



PONHO-ME A ESCUTAR...

“Não sei por que desejo chorar
Será pelo pesar que escondo,
Talvez pela minha infinita sede de amar.”

Ramón López Velarde



Ponho-me a escutar, atenta, o peito,

Como o mar escuta a margem

Ouço meu coração bater, sangrando,

Sempre e jamais igual

Sei por quem bate assim, mas não posso

Dizer por quem é.

Se dissesse a fantasmas

De palavras, enganos, ao acaso,

Chegaria, tremente de surpresa,

A inventar a verdade:

Quando fingi querer-te, não sabia

Que já te queria!




@ Renata M. P. Cordeiro




sábado, 22 de maio de 2010

E NO TAPETE VERMELHO, THE WINNER IS: JULIETTE BINOCHE!!!


E NO TAPETE VERMELHO, THE WINNER IS: JULIETTE BINOCHE!!!
*Gente nasceu pra brilhar* *e que tudo mais vá pro inferno*******
Maiakóvski, segundo os irmãos Campos


Além do Horizonte deve ter
Algum lugar bonito
Prá viver em paz
Onde eu possa encontrar
A natureza
Alegria e felicidade
Com certeza...

Lá nesse lugar
O amanhecer é lindo
Com flores festejando
Mais um dia que vem vindo...

Onde a gente pode
Se deitar no campo
Se amar na relva
Escutando o canto
Dos pássaros...

Aproveitar a tarde
Sem pensar na vida
Andar despreocupado
Sem saber a hora
De voltar...

Bronzear o corpo
Todo sem censura
Gozar a liberdade de uma vida
Sem frescura...

Se você não vem comigo
tudo isso vai ficar
no horizonte esperando
por nós dois

Se você não vem comigo
nada disso tem valor
de que vale o paraíso
sem amor

Além do Horizonte
Existe um lugar
Bonito e tranqüilo
Prá gente se amar...

Erasmo Carlos / Roberto Carlos






quarta-feira, 19 de maio de 2010

VIDA****************************************************





VIDA***********************************

Machado de Carlos

Guardo a tua imagem, a razão da vida
Dos amores, o teu nunca chega ao fim
Estás entre flores: — Meu tudo, enfim
Tu és mensagem, o meu pote de vida.

Sugo-te!... Que sinfonia! O som da vida!
Vivo num arpejo, só para mim
Vejo-te entre nuvens: — És anjo, sim
A clarear o meu dia, a força da vida.

Brilhas este andante! A cor da vida!
Tornei-me ébrio cantante (fiquei assim...),
Desnorteado e com fôlego no fim
Fui premiado! Reflexo de tua vida!

...Forças vitais voltadas para mim!
Oh! dias desiguais! Recobro a vida!...



Belas Mulheres