sexta-feira, 27 de agosto de 2010

ENTRE A CRUZ E A ESPADA


ENTRE A CRUZ E A ESPADA


A mente feminina é um grande mistério

que em vão, os homens tentam entender.

Porém, enquanto perdemos o precioso tempo

tentanto achar algum modo de desvendar,

deixamos de cumprir a nossa maior missão:

Mergulhar de cabeça nesse universo feminino

sem receio de viver todas nuances da paixão!





@ Valter Montani




domingo, 22 de agosto de 2010

EU O ENCONTRAREI*******


EU O ENCONTRAREI*******
Clannad

A esperança é a sua sobrevivência
Um caminho cativo que eu sigo

Não importa aonde você for
Eu o encontrarei
Mesmo se levar muito tempo

Não importa aonde você for
Eu o encontrarei
Mesmo se levar mil anos

Não importa aonde você for
Eu o encontrarei
Num lugar sem fronteiras

Não importa aonde você for
Eu o encontrarei
Mesmo se levar mil anos

Tema do filme *O Último dos Moicanos*



quinta-feira, 19 de agosto de 2010

LUZES DA RIBALTA*****

LUZES DA RIBALTA*****


Vidas que se acabam a sorrir!


Luzes que se apagam, nada mais.


É sonhar em vão tentar aos outros iludir


Se o que se foi pra nós não voltará, jamais.


Para que chorar o que passou!


Lamentar perdidas ilusões!


Se o ideal que sempre nos acalentou


Renascerá, em outros corações.

Charles Chaplin


terça-feira, 17 de agosto de 2010

ESTE É O POEMA DO AMOR




ESTE É O POEMA DO AMOR

António Gedeão


O poema que o poeta propositadamente escreveu

só para falar de amor,

de amor,

de amor,

de amor,

para repetir muitas vezes amor,

amor,

amor,

amor.

Para que um dia, quando o Cérebro Electrónico

contar as palavras que o poeta escreveu,

tantos que,

tantos se,

tantos lhe,

tantos tu,

tantos ela,

tantos eu,

conclua que a palavra que o poeta mais vezes escreveu

foi amor,

amor,

amor.




sábado, 14 de agosto de 2010

AO CREPÚSCULO*****


AO CREPÚSCULO*****  
QUATRO ÚLTIMAS CANÇÕES/ IV
Música: Richard Strauss/ Poema: Joseph von Eichendorff

Por dores e gozos, trilhamos
nosso caminho de mãos dadas;
agora nós dois repousamos,
na terra toda silenciada.

Ao redor, vales inclinantes.
já entra o céu na escura via;
sonham, voando, no ar fragrante
somente duas cotovias.

Vê como voam nestes ermos.
Já chega a hora de dormir.
Vem, a fim de não nos perdermos
neste solitário sumir.


® Renata Cordeiro





quarta-feira, 11 de agosto de 2010

A MORTE DOS AMANTES*


A MORTE DOS AMANTES*

Charles Baudelaire**

Lençóis cheios de aromas delicados,

Divãs profundos como mausoléus,

Estranhas flores por sobre os estrados,

Abertas pra nós sob mais belos céus.


Já quase ao fim do seu fogo atiçado,

Nossos peitos serão dois fogaréus

Que refletirão seu facho apagado

Nas almas gêmeas, cristais sem véus.


Num místico azul, róseo entardecer,

Um singular orgasmo** vamos ter,

Qual soluço de eterna despedida;


Então um Anjo vem pra abrir as portas,

E fiel, feliz, dá, devolve a vida

Aos pálidos cristais e às chamas mortas.


****


* A Morte dos Amantes não é a morte física. É aquela "mortezinha" que se dá depois do orgasmo.

** Baudelaire dedicou este poema a *Tristão e Isolda*

*** éclair em francês, ao pé da letra: clarão, raio* Mas se fosse um raio dos céus, ele fulminaria os amantes, daí sim os dois nunca mais se amariam em vida. Há outro significado, que é justamente, orgasmo*

O poema é para contemplado em toda a sua beleza, com a ressalva de que cada um vê o que quer.

® Renata Cordeiro






domingo, 8 de agosto de 2010

AMIZADE VIRTUAL!!!


AMIZADE VIRTUAL!!!

Com a publicação deste poema de Ana Santos, uma das nossas primeiras colaboradoras o Blogue reabre para comentários, como experiência. Pela nossa amizade, há de haver Paz* Muito obrigada*




Tive a sorte de um dia adicioná-los

Na minha lista de Amigos...

Passamos a ter um delicioso vínculo.

O da Amizade que há-de estar sempre presente!

Não importa a distância ...

Vale sim a sinceridade daquilo que escrevemos e

E a honestidade daquilo que sentimos...

Eu tenho a maior orgulho em ter a sua amizade

E gosto muito de todos vocês!.

Os seus gestos de carinho deixam-me muito feliz.

A nossa amizade pode ser Virtual, mas para mim é Real

Que as estrelas lhes sorriam.

Que o calor do Sol se prolongue por todos

Os dias das suas vidas...

São todos pessoas muito especiais para mim!...

OBRIGADA POR EXISTIREM!...

@ Ana Santos*
Blogues: Sagitário; Arco-Íris.


PS: O blogue passou por várias modificações e ainda passará por muitas outras.


terça-feira, 3 de agosto de 2010

POEMA PARA O DIA DO PAI



POEMA PARA O DIA DO PAI


Agrada-me dizer que foste tu o meu grande amor

Tu que me preenches da alegria

Incomensurável de ser plena mulher.

Homem de amor, fraqueza, vigor,

A quem presto sempre louvor,

_ Como poderia esquecer-me do filho que fizemos num lindo dia,

Posto que é simplesmente a razão deste Viver?

Quem me mantém aqui neste vale profundo,

Quem me ergue nas tantas quedas

Quem me impulsiona a lutar pelo nosso Mundo _

Hoje, diante do Eterno, nós percebemos um esboço,

E, boquiabertos, sob a luz das estrelas,

Ouvimos a sorridente boca do teu belo rosto:

- Olá, meu príncipe, minha princesa!


® Renata Cordeiro