sábado, 22 de novembro de 2014

MANTRA





MANTRA



Composição: Nando Reis/Arnaldo Antunes







Quando não tiver mais nada



Nem chão nem escada



Escudo ou espada



O seu coração



Acordará!



Quando estiver com tudo



Lã, cetim veludo



Espada e escudo



Sua consciência



Adormecerá!



E acordará no mesmo lugar



Do ar até o arterial



No mesmo lar



No mesmo quintal




Da alma ao corpo material



Hare Krishna Hare



KrishnaKrishna



KrishnaHare



HareHare



RamaHare



RamaRama



RamaHare Hare



Quando não se tem mais nada



Não se perde nada



Escudo espada



Pode ser o que se for



Livre do temor



Hare Krishna Hare



KrishnaKrishna



KrishnaHare



HareHare



RamaHare



RamaRama



RamaHare Hare



Quando se acabou com tudo



Espada e escudo



Forma e conteúdo



Já então agora dá



Para dar amor



Amor dará e receberá



Do ar pulmão



Da lágrima sal



Amor dará e receberá



Da luz visão



Do tempo espiral



Amor dará e receberá



Do braço mão



Da boca vogal



Amor dará e receberá



Da morte



O seu dia natal



Aaadeeeus



Dooooor



Hare Krishna



Hare Krishna



Krishna Krishna



Hare Hare



Hare Rama Hare



Rama Rama Rama



Hare Hare



domingo, 16 de novembro de 2014

SEREIA, CANÇÃO DE LULU SANTOS




SEREIA, CANÇÃO DE LULU SANTOS

Clara como a luz do sol
Clareira luminosa
Nessa escuridão
Bela como a luz da lua
Estrela do oriente
Nesses mares do sul
Clareira azul no céu
Na paisagem
Será magia, miragem, milagre
Será mistério...
Prateando horizontes
Brilham rios, fontes
Numa cascata de luz
No espelho dessas águas
Vejo a face luminosa do amor
As ondas vão e vem
E vão e são como o tempo...
Luz do divinal querer
Seria uma sereia
Ou seria só
Delírio tropical, fantasia
Ou será, um sonho de criança
Sob o sol da manhã...

***





quinta-feira, 6 de novembro de 2014

CHOVE CHUVA + PARA TODOS OS NÓS DE NÓS TODOS, CANÇÃO DE JORGE BEN JOR




CHOVE CHUVA + PARA TODOS OS NÓS DE NÓS TODOS



Chove chuva, chove sem parar

Chove chuva, chove sem parar

Chove chuva, chove sem parar

Chove chuva, chove sem parar



Pois eu vou fazer uma prece

Pra Deus, Nosso Senhor

Pra chuva parar de molhar

O meu divino amor



Que é muito lindo

É mais que o infinito

É puro e é belo

Inocente como a flor

Por favor, chuva ruim

Não molhe mais o meu amor assim

Não, não, não, não, não, não, não

Por favor, chuva ruim

Não molhe mais o meu amor assim*